20 novembro 2010

uma palavra

Falar, falar, falar...
Por palavras escritas e não ditas
Faz toda a diferença!

06 novembro 2010

sediados

Por cá deslizam os rápidos que se sugam em fezes

E se cagam e borram

Por agarrados e perenes à imbebível

E sediada sede do muito que sujam

27 junho 2010

O país e a família

Um país organizado em dívidas é como uma casa de família desorganizada e endividada.

22 junho 2010

lixo, papel e net

Simples papéis de livros, catálogos e de mais escritos que ao lixo se fazem.

Em lixo do muito escrito na net que por isento de papel, nunca é demais.

Ao lixo do muito lixo de todo o mundo, que já só se quer como net.

31 dezembro 2009

porque é

É preciso o silêncio
É preciso ficar por aí só e de vez em quando em silêncio
É preciso
É e porque somos precisos

28 novembro 2009

atenta

Quanto em ti sentires um enorme arrepio, livra-te, vai-te embora ou foge deles, de todos aqueles que deste a mão, não o merecendo. Esses que são os não sãos e que se atracam vulgar e grosseiramente ao treino por tronos. Sábias e acutilantes peças essas tão desconjuntadas de uma febril fábrica em construção de medos de si mesmas. Esses que por tudo e por nada se engendram a uma ou à tal derradeira explosão implosiva.

16 novembro 2009

a pobreza

Só enriquecer materialmente é a maior das pobrezas, é pior do que analfabetismo.